Tem o hábito de acender velas em casa? Nem imagina o perigo que elas escondem! Quando souber não o volta a fazer!

Tem o hábito de acender velas em casa? Nem imagina o perigo que elas escondem! Quando souber não o volta a fazer!
São inúmeras as pessoas que tem como habito acender velas no interior dos seus lares, pelas mais diversificados motivos, para deixar a casa com um cheiro agradável, proporcionar um ambiente melhor, ou mesmo por factores decorativos, etc. Mas certamente não estão conscientes que estas velas escondem um enorme perigo para a saúde.

Meghan Budden, uma jovem mãe de Nova Jersey, Estados Unidos, encontrou minúsculos pontos de poeira num lenço, depois de assoar o seu nariz, posteriormente veio a encontrar a mesma poeira no interior do nariz do seu bebe quando po estava a amamentar. Mas de onde seria a proveniência disto?

Foi então que começou a fazer uma busca no interior da sua casa para tentar encontrar a origem.
Megan tinha acendido velas aromáticas na noite anterior, e deixou durante 6 horas elas a queimarem.

Foi então que leu na embalagem que não é aconselhável deixar este tipo de velas acesas mais do que 3 horas, aviso do fabricante.

Isto não deve de acontecer porque se passarem mais de 3 horas estas velas começam a produzir fuligem.
Fuligem pode se assemelhar a poeira, contudo é um agente químico bastante conhecido por causar asma e bronquite cronica, assim como despoletar doenças coronárias hereditárias entre outros problemas do foro respiratório.

De acordo com estudos de segurança industrial, a fuligem pode causar 20.000 mortes prematuras ao ano, apenas nos EUA, isso sem referir os 300.000 ataques de asma.

Caso Megan não tivesse notado esta situação e de onde era originária, muito possivelmente tanto ela como o seu bebe correriam perigo.

Poderia não reparar nisto imediatamente, mas a longo prazo os problemas iria aparecer.

Veja aqui no vídeo o depoimento de Megan: